Você está aqui: Capa - Dicas - Poupar com as Hortas Urbanas

Poupar com as Hortas Urbanas

O fenómeno das hortas urbanas surgiu nos países do norte da Europa, durante a segunda metade do século XIX, como reacção à diminuição dos espaços verdes na sequência da crescente industrialização e urbanização dos núcleos populacionais.

 

hortas_urbanas

 

Em Portugal, a tradição de coexistência de espaços agrícolas no interior das cidades nunca foi completamente abandonada, e algumas autarquias têm actualmente projectos de sucesso de hortas urbanas, com especial ênfase na agricultura biológica.

 

As Hortas Urbanas geram Poupança?

Sem dúvida que sim…

Simplesmente pelo facto de poder comer aquilo que cultiva, e já nao ter de comprar esses alimentos.

As hortas urbanas prendem-se muito por culturas sazonais, nas quais as plantas crescem aos seu ritmo e tempo delas, tendo por isso um sabor melhor.

Existem até mesmo espaços para hortas urbanas nas quais  se pode criar alguns animais, nomeadamente animais de capoeira. Nestes casos, para além dos legumes podemos obter alguma carnes e até mesmo alguns ovos. Mas note-se que nem em todas as hortas urbanas a criação de animais é possível.

Você irá poupar em tudo aquilo que vai poder deixar de comprar.

 

Quem pode ter uma Horta Urbana?

Todos nós podemos ter a nossa horta urbana…

Mesmo parecendo que não, porque na zona onde vivem não existem baldios, nem a sua Câmara Municipal dispõe de terras para Hortas Urbanas, você pode sempre ter a sua horta doméstica…

Pode não poder plantar couves ou feijão, mas  com certeza que na sua varanda ainda há espaço para umas ervas aromáticas… Cada raminho de ervas aromáticas que compra rondam os 0,80€, e passado dois dias já estão murchas, e provavelmente nem metade foram consumidas… Então, porque não cuidar você mesmo das suas ervas aromáticas, e te-las sempre frescas para quando delas precisar, evitando assim o desperdício?

Uma outra sugestão de “cultivo de varanda” são as alfaces… Necessitam de pouco espaço, e dão todo o ano.

 

Hortas Urbanas – Onde?

Existem muitas Câmaras Municipais que já dispõem de espaços próprios para os seus munícipes poderem ter a sua horta.

É certo e sabido, que estes espaços obedecem a um regulamento próprio, do qual deverá ter conhecimento previamente.

Todavia, na maioria dos casos, estes projectos estão virados para a agricultura biológica, na qual não é permitido o uso de adubos químicos, mas  que utilizam o processo de compostagem, disponibilizando, em muitos casos, de recipientes próprios para o efeito.

Se está interessado em ter uma horta, dirija-se à sua Câmara Municipal e veja se têm algum projecto deste tipo. Em em caso afirmativo candidate-se para começar a poupar o mais breve possível.

 

 

Hortas Urbanas – Necessidade ou Lazer?

As Hortas Urbanas surgem essencialmente por dois motivos: a necessidade ou o Lazer. Estes motivos podem estar presentes conjuntamente, ou não, na cultura de uma horta no meio da cidade…

Muitas vezes, trata-se apenas de pessoas, apaixonadas pela agricultura que desta forma ocupam os seus tempos livres, aliando o util ao agradável, e ao cultivar alguns alimentos, geram alguma poupança na alimentação do agregado familiar.

Outras vezes, o cultivo de uma horta no meio da cidade é uma questão de necessidade e de sobrevivência.
Com a crise que ainda atravessamos, muitas famílias viram-se deparadas com o desemprego, e com a falta de rendimentos viraram-se para o cultivo de pequenos espaços muitas vezes baldios, para garantirem a sua própria alimentação.

 

 

Tipos de Hortas Urbanas

Existem vários tipos ou categorias de Hortas Urbanas, no entanto, muitas vezes, as hortas urbanas assumem um carácter precário, representando um processo espontâneo de parcelamento e aproveitamento agrícola de terrenos baldios, a maioria das vezes em vias de urbanização:

As hortas sociais são usadas para atender às necessidades alimentares de pessoas e/ou famílias de poucos recursos, podendo a eventual venda de produtos constituir um complemento de rendimento.

As hortas de recreio são usadas principalmente como fonte alternativa de alimentos e para recreio dos utentes.

As hortas de recreio colectivas são usadas por grupos de moradores para o recreio e a educação ambiental.

As hortas pedagógicas são usadas como instrumento de educação ambiental.

 

 

As Hortas Urbanas podem ser autênticos jardins nas cidades…..

Em jeito de conclusão podemos afirmar que as hortas Urbanas, são um excelente instrumento de poupança na economia familiar…

As culturas sazonais que as hortas urbanas elas proporcionam, podem muito bem fornecer uma boa parte da alimentação do seu agregado familiar, ajudando assim numa dieta mais saudável e equilibrada.

 

Horta Sustentavel

Poupança Hoje

O Que Significado De Sazonalidade

Print Friendly, PDF & Email

Sobre Administrador

Doutorando em Informática da UTAD, Mestrado em Sistemas e Tecnologias de Informação para as Organizações e Licenciado em Engenharia Informática e Telecomunicações no Instituto Politécnico de Viseu é um apaixonado por informática e gosta de partilhar o seu conhecimento. Além disso nunca de desiste de aprender e anda sempre à procura de coisas novas.

Deixar uma resposta

Mover para o Início
%d bloggers like this: